Pular para o conteúdo principal

Inspirações


Rogério Oliveira




É Necessário
É necessário encontrar nos olhos
Um brilho oculto
E no sorriso distante
Um disfarce para uma lágrima.

É necessário encontrar no tom da palavra
O seu real significado;
E na escrita poética
A dor do autor.


É necessário compreendcr
A imensidão do mar;
O brilho do sol,
A lua e as estrelas...

É olhar o corpo
E não ver só o corpo.
É não olhar o sexo,
E não ver só a cópula.




É ser jovem o tempo todo.
É arcaico quando necessário.
É olhar quando necessário.
É olhar o tempo todo,
E achar tempo para viver.

É conhecer o amor e ter medo;
LÓgico, afinal somos humanos.
É confiar em si mesmo
Mesmo quando não somos entendidos.

É necessário amar a arte
E esculturar as críticas
E se expor aos olhos humanos
Mesmo conhecendo sua inconstância.

É necessário isso tudo, e mais
Para ser poeta;
Não apenas rimar palavras,
Mas principalmente senti-las.

Mas é necessário também
Obstinação e humildade,
Para se olhar no espelho e reconhecer
Que ainda falta muito...



Arnaldo Jabor

Crônica do Amor

             Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta. O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar.
            
             Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais. Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca.
Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.

            Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco. Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no ódio vocês combinam. Então?

            Então, que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.

            Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário. Ele não emplaca uma semana nos empregos, está sempre duro, e é meio galinha. Ele não tem a
menor vocação para príncipe encantado e ainda assim você não consegue despachá-lo.
Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga. Ele toca gaita na boca, adora animais e escreve poemas. Por que você ama este cara?

            Não pergunte pra mim; você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais. Gosta dos filmes dos irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma boa comédia romântica também tem seu valor.
É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar. Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura por computador e seu fettucine ao pesto é imbatível. Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém e adora sexo. Com um currículo desse, criatura, por que está sem um amor?

            Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados. Não funciona assim. Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível.
Honestos existem aos milhares, generosos têm às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó!

            Mas ninguém consegue ser do jeito que o amor da sua vida é!
            Pense nisso. Pedir é a maneira mais eficaz de merecer.
            É a contingência maior de quem precisa.




Marina Colasanti

Eu Sozinha

Jamais hei de saber a imagem que os outros tem de mim. Eu me conheço dos espelhos, das fotografias, dos reflexos, quando meus olhos param para se olhar e a diferença de ângulos impede criar uma dimensão real. Não sei os movimentos do meu rosto. Nunca me vi pela primeira vez. Tenho, de mim mesma, uma idéia preconcebida que alia o espírito aos traços fisionômicos e ao desejo de uma outra beleza. Criei, assim, uma pessoa invísivel, mais real, para mim, do que qualquer outra. Dessa pessoa eu gosto. E, talvez por saber-me sua única amiga, ela me enternece profundamente.

Vejo um roto oval, de maçãs altas, a linha fácil e cheia descendo até o queixo redondo, com uma doçura infantil. Os olgos grandes, plantados com sabedoria, são verdes, compridos, muito separados; toda vez que alguém busca em mim algo a elogiar, apega-se aos olhos, e ficou-me convencionado que tenho olhos bonitos...

Quando me olho nas vitrines, de soslaio, tenho o passo seguro. Ando sempre rápida, um pouco por pressa, um pouco pelo prazer físico de sentir o corpo em ação, obediente e jovem. Gosto de andar, e o faço com cuidado, sentindo o balanço e o apoio, prestando atenção. Tenho muito amor a meus gestos.

Quase não pisco. Às vezes, a intensidade com que olho, querendo ver, dói-me nas têmporas. Quando estou sozinha nunca sorrio, mas sorrio muito, com prazer e consciência, quando em companhia.

Quisera ser mais frágil do que sou. E me orgulho de minha força. Meu rosto é antigo. Ninguém mais moderno. Jovem, tenho toda a minha velhice. A resistência me assusta. A liberdade me pesa. Não quero ser livre. Gostaria de ser como os outros me veem. Ou que os outros me vissem como sou. Haveria, assim, uma única pessoa.


********************


Não pensei que tivesse nome. Sempre, quando a sentia subir dentro de mim com tanta violência, e via o mundo ao redor igual, só eu no torvelhinho, me perguntava se seria uma coisa apenas minha, desconhecida dos outros, carga de dor humilhante como vômito. Não era. Nas indáveis prateleiras médicas e literárias em que se empilham as etiquetas das coisas e dos seres, havia um rótulo também para isso: angústia.

Agora, da beira do poço, eu a observo e espero. Não há luta. Aprendi a inutilidade de qualquer resistência, descobri que no fundo não há nada, senão mais e mais fundo, numa mesma, ou maior, intensidade. Sei que posso suportar. E, no entanto, toda vez me encolho como um animal, me enrosco na inútil proteção de braços e pernas. Não há para onde fugir. Quieta, sinto em mim todo o peso. Nem um centímetro é poupado; o corpo oprimido pelo desespero adquire uma nova compostura.

O terrível desespero
O esforço.
Não sei quantos dias são precisos. Quando acordo, já a trago comigo. E não posso voltar para o sono. No meio da rua, no meio das pessoas, a jaula continua fechada, a couraça me aperta.

Não chego a lugar nenhum, não descubro qualquer conclusão: a dor não tem finalidade. Quando tudo acaba, nada me foi acrescentado que justifique.

O medo vem junto. Tenho muito medo de sofrer. Penso, com terror, que isto possa se prolongar além da resistência, e que além dela haja algo pior.

Pediria ajuda, se esperasse recebê-la. Bastaria que alguém quisesse me resgatar, por achar impossível que eu seja submetida a tanta dor, por nçao poder permiti-lo. Bastaria que alguém lutasse por mim mais do que eu própria; porque eu já não me tenho mais amor.


********************


Eliseu Oro

Solidão 


Que é solidão?
É um sentimento
De difícil explicação.
Em qualquer momento...

Solidão isolamento
Da gente que de repente
Prefere o lamento
Tornando-se indiferente...

Solidão é a sós ficar
Dias e noites infindos.
Mesmo a se martirizar
Com os amores findos...

Solidão é um pensar
Bastante depressivo
Que causa mal-estar
Ao sistema afetivo...


Solidão, em verdade,
Não se define no mais,
Existe na intimidade
Que atormenta por demais...


Postagens mais visitadas deste blog

Só Deus sabe a dor que estou sentindo...

Boa tarde!!
Hoje não estou muito bem não... um pouco triste mas, o meu Deus esta ao meu lado me dando força!!
Eu posso ser sincera? Eu estou cansada de dar murro em ponta de faca! Só o que tenho conseguido é machucar meu coração, denovo e denovo... Chega né... Não é festa!

Eu fico falando com Deus, que me da vontade de apagar da minha vida e coração todas as situações e pessoas que acredito eu sem querer ou perceber, me desequilibraram um pouco, ou muito rs emocionamente...
Queria ter um programa e formatá-lo sabe... mas sozinha eu não consigo. Se não for o Senhor na minha vida não dá viu. Ele me ensina que quantas vezes meu irmão pecar contra mim, e arrependido vier me pedir perdão que eu devo perdoá-lo. Devo amá-lo como Ele me amou.
Com o Senhor isso é possível, mas que dói pra caramba isso dói viu!! rs





Espirito Santo - Fernanda BrumComposição: Eyshila
Espírito Santo ore por mim Leve pra Deus tudo aquilo que eu preciso Espírito Santo use as palavras Que eu necessito usar mas não cons…

A Bondade de Deus nos leva ao Arrependimento

Já notou que normalmente quem esta no erro não quer ouvir a verdade? Principalmente se ele conhece o que a Palavra de Deus diz. Ele cedeu tanto a voz de sua alma (que podemos chamar também de 'a voz de sua carne', ou natureza humana), que pôs de lado o que Deus diz ser o correto.
Prefere viver segundo as suas forças, seguindo seu coração, confiando na opinião de quem não faz questão de agradar a Deus.
Cuidado queridos! Não é preciso sair da igreja para se distanciar de Deus, para deixar de escutá-lo. Um exemplo que a Palavra nos mostra é Eli e Samuel. Eli era um sacerdote do Senhor, e seus filhos não conheciam ao Senhor, portanto, faziam tudo o que não deviam.
Deus então, questiona Eli quanto as atitudes de seus filhos"... Porque... honras a teus filhos mais do que a mim, para vos engordardes do principal de todas as ofertas do meu povo de Israel?" (1 Samuel 2.29)






O Senhor honra a quem o honra (1 Samuel 2.30). Então Deus decidiu falar com o pequeno Samuel, que estava s…

Ele me Ama e isso me Basta!

Deus, que amor é esse? Como pode ser tão grande, não ter limites? Como pode me envolver assim? Quando estou encolhida no canto, triste, confusa, abatida Sinto Teu amor tão grande e tão forte me abraçar
Quando tudo me leva a querer desistir Seu amor vem com a força que esta além de mim O tipo de amor que não importa quão profundo seja o poço Ele nos alcança com a Sua forte mão, nos socorre E coloca em um lugar alto, seguro
O Seu amor me constrange Deus! É maravilhoso, imensurável! Quando meu coração dói  E eu me permito simplesmente Te louvar, Te adorar Sou inundada de gratidão, pois não mereço tanto Mas Tu ainda me amas, e como ama!
Obrigado pelos Seus braços abertos Sempre prontos a me receber, ou a não me deixar escapar Com laços de amor Tu me atraíste Nunca me deixe ir Deus! Nos Seus braços é o meu lugar.
E no final de um dia difícil Como é bom tomar consciência que Ele me ama! Que esse Jesus me ama tanto e de tal maneira Que se entregou para me salvar. Que amor é esse?
Ele me enc…