Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril 15, 2010

A Superfície

Penso que as vezes a superficialidade pode ser boa Ela não permite que se tome conhecimento Do que há de ruim nas pessoas.
Fica-se somente na cordialidade No compartilhar de agradáveis momentos Da casualidade de estarem no mesmo local.
A superfície como a conhecemos, reflete o céu, as árvores Transmite tranquilidade Oculta a agitação da vida que há em si.
Ela jáz silenciosa Mas, no fundo, alimenta-se de tudo O que lhe oferecem.
Se alegria, alegria Se ódio, ódio Se paz, paz.
À superfície, tudo é calmo e inofencivo Mas o profundo, abriga perigos Malezas e mazelas.